É a favor ou contra a busca pelo homem das riquezas em bens materiais?

O Que as Religiões,
Doutrinas ou suas Denominações Pensam sobre …
18 – É a
favor ou contra a busca
pelo homem das riquezas em bens materiais?

Espiritismo

A Doutrina Espírita não tem nada a se opor à posse de bens
materiais. Ela se opõe ao mau uso da riqueza para o “gozo e prazer”, sem
finalidade social; ela se opõe à sua aquisição por meios ilegais e injustos, levando
prejuízo a outros; ela se opõe ao apego aos bens materiais em detrimento dos bens
espirituais.

Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos
Dias – Mórmons

Hoje existe a doutrina da prosperidade que é mensagem pregada pela
maioria das igrejas. Um dia desses eu estava ouvindo a pregação de um pastor numa rádio
dessas, quando este ouve a citação de um dos seus adeptos: ah! Eu era pobre, eu era
assassino, batia na minha mulher, eu bebia, mas depois que eu entrei na igreja fulano de
tal, minha vida se transformou, hoje eu tenho dez carros, dez empregados, etc…
participando da corrente dos empresários. Esta para nós é uma doutrina diabólica,
satânica. Cristo diz: acumulai tesouros nos céus, porque lá ninguém, nem o ladrão
rouba e nem a traça corrói. Quando você participa de uma igreja e você é dizimista,
quando você é fiel aos princípios da igreja, quando você exercita a fé e a obra,
quando você ama o seu próximo, portanto, a função do espírito é a transformação do
homem. Quando o homem está possuído do bom espírito, o bem pessoal, o que ele tem é
insignificante, ele não pensa em carro, casas, etc.. ele esta pensando no próximo, no
amor a Deus.

Judaismo

Sim, nada contra. Mas desde que o material seja um meio para um fim
maior e não somente um fim em si. O material para fazer algo em benefício da humanidade.

Islamismo

O Islamismo é a favor da busca das riquezas ou bens materiais dentro das condições
divinas de Deus, que liberou para o indivíduo possuir o que puder mais sabendo que tem de
pagar (o Zakat) para os pobres, isso é direito dos pobres com os ricos e dever dos ricos
para com o pobre, e assim ambos trabalham em harmonia porque o rico não consegue
trabalhar sem ter o pobre ao seu lado para servi-lhe.

Testemunhas de Jeová

Os bens materiais certamente tem seu lugar na vida humana. É
necessário desenvolver bons hábitos de trabalho para que a pessoa possa ser
auto-suficiente, e também para prover o necessário para a família (1 Timóteo 5: 8; 2
Tessalonicenses 3:10). No entanto, é necessário ter bem em mente que as coisas
espirituais devem vir em primeiro lugar (Mateus 6: 24-33). O próprio Jesus Cristo disse
que mesmo quando a pessoa tem abundância, sua vida não vem das coisas que possui (Lucas
12:15).

Alguns dos antigos servos de Deus, como Abraão, Davi e Salomão foram riquíssimos (pelos
padrões de hoje, a fortuna de Salomão somaria bilhões de dólares). Outros, como Jesus
Cristo e vários dos profetas eram pessoas de poucos recursos materiais. Podemos entender
que o fato de se possuir ou não riquezas não é o que recomenda a pessoa diante de Deus.

Catolicismo

A Igreja é contra o acúmulo das riquezas nas mão de poucos. Quando
as terras, as propriedades, os bens materiais básicos é supérfluos a disposição
somente de poucas pessoas, isso gera uma situação de grande injustiça.

Igreja Presbiteriana

A Igreja Presbiteriana não vê os bens materiais como um danificador
de caráter. O dinheiro, por exemplo, é mal por sí mesmo, mas o seu uso que deve ser a
preocupação. O homem pode se esforçar e conseguir os bens básicos para sua família
sem a necessidade de ser submisso ao dinheiro.

Ou seja, os bens materiais não são conceituados como imperfeitos, mas o seu mal uso é o
que nos preocupa.

Religião de Deus

Voltamos a realçar que toda a pregação da Religião Divina, a
Religião do Amor Universal, é embasada na parte divina da Bíblia Sagrada, especialmente
no Evangelho e Apocalipse do Cristo. O Divino Mestre ensinou que devemos buscar primeiro o
reino de Deus e Sua Justiça e todas as coisas materiais nos são dadas por acréscimo. A
riqueza é uma das grandes provações para o homem e saber utilizá-la é o grande
segredo. Uma dessas formas é fazer caridade. A Religião de Deus e o seu braço
executivo, a Legião da Boa Vontade, transformam o dinheiro da iniqüidade em dinheiro da
salvação. O grande segredo é ser senhor das riquezas e não fazer das riquezas, dos
bens materiais, o seu senhor!.

Umbanda e Candomblé

A Umbanda e o Candomblé não são a favor da ganância, da ambição
desmesurada, etc. Entendemos que todos devemos usar de nossas faculdades para acelerarmos
a evolução da humanidade e para proporcionarmos o bem –estar das pessoas, das
famílias e da sociedade.

Quanto a alguns acumularem mais bens materiais que outros, não condenamos ou estimulamos.
Que cada um consiga ter o que conseguir de forma digna e honesta, pois o fundamental é o
bem-estar geral.

Igreja Adventista do Sétimo Dia

A Igreja é a favor de que o homem faça planos. E as riquezas e os
bens materiais fazem parte dos planos humanos. Agora, as riquezas têm um ponto saudável.
Passando desse ponto, deixa logicamente de ser saudável. O meu ponto saudável não é
necessariamente igual ao seu, e vice-versa. Cada alvo de riqueza é um.

Portanto, a busca é favorável, mas desde que esta não ocupe o espaço da busca de Deus
e da evolução espiritual do homem.

Pecado será se o homem tiver que roubar para obter algo ou deixar de buscar a Deus para
adquirir algo.

Assembléia de Deus

Não somos a favor nem contra, busca riqueza quem gosta, não busca
quem não gosta, acreditamos NA bênção de Deus, que ele supre nossas necessidades, não
estou querendo dizer que não se deve trabalhar, pelo contrario a Bíblia nos ensina que
devemos trabalhar e muito para não sermos pesado a ninguém. Sabemos também que temos de
Deus um tesouro nos céus nos aguardando. ” – Mt 6:19,20 Não ajunteis para vós
tesouros na terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e
roubam; mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem os
consumem, e onde os ladrões não minam nem roubam. “– Lc 12:33 Vendei o que
possuís, e dai esmolas. Fazei para vós bolsas que não envelheçam; tesouro nos céus
que jamais acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói.”"

Igreja Batista

A favor, desde que isto não se torne a razão de ser do homem. Em primeiro lugar a
Deus.

Budismo

Segundo o Budismo, é um fato natural o ser humano buscar riquexas e
bens materiais. O Buda Shakyamuni ensinou que a causa do sofrimento dos seres humanos é o
egoísmo (uma das causas), usando uma outra palavra: desejo, ou seja, o ser humano em sua
vida está sempre querendo, desejando, e, mesmo que consiga satisfazer um desejo logo
surgem outros. Portanto, este deseja exagerado é causa de sua aflição e angústia.
Certa vez um Mestre declarou que o ser humano é egoísta até mesmo no momento da morte,
pois não quer morrer, quer viver mais tempo. O ser humano, na busca pelas riquezas, ou
bens materiais, muitas vezes perde a razão e usa a violência para conseguir o que quer.
Até mesmo entre familiares há discussões e agressões por causa desse egoísmo e
ignorância.

Os ensinamentos budistas nos trazem a seguinte mensagem: “a maior e mais importante
riqueza é a sabedoria espiritual. O Dharma (ensinamento, a Lei Budista, o princípio) é
considerado como um tesouro. Por exemplo, se nós formos assaltados na rua, o ladrão
poderá levar nosso relógio ou nossa roupa ou dinheiro, mas ele nunca poderá
“roubar” nossa sabedoria espiritual, os ensinamentos que temos em nosso
interior.

Certa vez, o Buda se dirigiu a alguns jovens ricos que se reuniram para ouvir sua
pregação e disse: “vocês, jovens ricos, se preocupam tanto em embelezar seus
corpos com jóias caríssimas e roupas luxuosas. Não é preciso se preocupar tanto com
isso, o importante é embelezar seus corações. O conhecimento interior
(auto-conhecimento) é um ato de sabedoria. A maior riqueza é embelezar o coração e a
mente.

Seicho-No-Ie

Na Seicho-No-Ie buscamos aquilo que é eterno, que tem valor eterno.
Portano, não buscamos a riqueza material. No entanto, as pessoas que mantêm uma mente
rica, as riquezas materiais se juntam em torno delas e elas se tornam também ricas
materialmente. Essa mente rica é a mente que procura beneficiar o próximo.

Hare Krishna

Se for utilizado para Deus ou para dar Deus para as pessoas não é
ruim.

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma Réplica